Na adolesc�ncia, passei em um concurso p�blico municipal e decidi iniciar a carreira tomando posse e atuando na parte administrativa. Buscava experi�ncia, amadurecimento e autoconhecimento. Aprendi na pr�tica, sentindo na pele e observando o que se l� na literatura econ�mica sobre a inefici�ncia do setor p�blico ser consequ�ncia, em especial, da falta de incentivos. Afinal, quando h� est�mulos a comportamentos virtuosos, os indiv�duos tendem a performar melhor; j� quando os incentivos s�o ruins, eles se acomodam e tendem a produzir menos.

A minha fun��o � �poca era de ser um oper�rio na an�lise e libera��o de alvar�s de funcionamento. Isto �, n�o tinha influ�ncia direta na ger�ncia ou em mudan�as estruturais. Alguns avan�os foram feitos � �poca a partir da equipe que fiz parte, inclusive com algumas premia��es. Todavia, ap�s sair do cargo de olho em outros desafios, e de haver mudan�a de secretariado, aquele setor voltou a ser mais ou menos o que era pouco tempo depois, regredindo na presta��o de servi�os aos empreendedores.

Atuar no setor p�blico � um desafio, mas � poss�vel promover mudan�as positivas

Para protagonizar mudan�as mais profundas e sustent�veis � preciso ocupar algum cargo de secretariado com o qual � poss�vel, inclusive, influenciar discuss�es legislativas. Nesse sentido, o ex-secret�rio de Desburocratiza��o do governo federal Paulo Uebel traz alguns ensinamentos importantes. Entre 2019 e 2020, ele foi bem-sucedido ao elaborar e conseguir a aprova��o da Lei da Liberdade Econ�mica e outras inova��es relacionadas a servi�os digitais.

Aqui est�o as oito importantes li��es que ele compartilhou durante uma exposi��o ao Instituto L�deres do Amanh� e que podem ser �teis para quem deseja assumir desafios no setor p�blico.

  1. Antes de aceitar o cargo, defina o grau de autonomia que voc� ter� para realizar mudan�as;
  2. Apenas valer� a pena seus esfor�os se houver autonomia total para formar a sua equipe a fim de realizar mudan�as estruturais;
  3. Fuja de influ�ncias partid�rias, pois isso poder� ser usado contra voc� por opositores, ou mesmo lhe colocar sob mira de inger�ncia partid�ria;
  4. O setor p�blico segue uma l�gica pr�pria: pode n�o ser a melhor, mas as regras existentes tem motivo de ser. Antes de tudo, � preciso compreend�-las a fim de elaborar um plano estrat�gico para reformas;
  5. N�o se faz nada sozinho: dentro do �rg�o p�blico geralmente h� indiv�duos que atuam h� muitos anos ali e que possuem background, experi�ncia e expertise t�cnica que s�o necess�rias para fazer mudan�as;
  6. Tenha empatia: sem envolver quem est� l� e fazer um processo de convencimento interno, nada sair� do papel;
  7. Tenha paci�ncia e trabalhe: o setor p�blico � diferente do privado, em que uma determina��o n�o ocorre de imediato, sendo necess�rio haver o acompanhamento e monitoramento da execu��o para que a mudan�a de fato seja implementada;
  8. Defina prioridades: h� muito a ser feito, mas sem escolher algumas poucas prioridades, voc� provavelmente se perder� na burocracia do setor e n�o deixar� legado algum.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *